Viagem Pitoresca através do espaço ao redor de minha casa #03

" Por meio dessa pesquisa, o artista tece uma narrativa sobre uma natureza resiliente e, em paralelo, reúne indícios para refletir sobre a documentação de arte como amostragem de um processo que acontece na vida cotidiana, para além do museu e da obra. Desta maneira, aponta a inadequação de se pensar a arte de maneira autônoma ou encerrada em um objeto material. Mais do que pôr em prática um mapeamento de áreas verdes em risco, Viagem pitoresca… articula um conjunto de acontecimentos, intervenções e transformações. Tais gestos demonstram as possibilidades da arte como ato social e político, capaz de suscitar os devires – ou ao menos as utopias – das coisas e do mundo. "

trecho do catálogo daTrienal FRESTAS, no SESC Sorocaba em 2017