FÁBRICA DE NATURALISTAS

Fábrica de Naturalistas, são oficinas e ações que visam desenvolver habilidades e sensibilizações, para uma maior apreciação da paisagem natural em geral, e do Cerrado Infinito em particular. Já foram realizadas oficinas no Cerrado Infinito, em algumas unidades do SESC, no Instituto Adelina e na Casa do Parque, que variaram na temática e ações, desde oficinas de desenho de observação, modelagem com argila, conversas sobre botânica e história, até a criação de um viveiro de reprodução das espécies do cerrado.

PAISAGEM ORIGINÁRIA

Ribeirão Preto é mais uma cidade que surge sobre o cerrado, e que apesar das atividades agrícolas e crescimento urbano, ainda tem alguma área preservada, e relativamente acessível. No entanto essa paisagem já se apaga da vista e pensamento. As cidades do interior tem uma vontade da capital, de crescer seguindo seu modelo de desenvolvimento, onde toda a paisagem  é destruída e no seu lugar é colocada uma pequena reprodução de São Paulo. A perda de conexão com a cultura local, típica de grandes cidades com influência cosmopolita, se torna um objetivo a ser perseguido de forma acelerada em Ribeirão Preto. A unidade do SESI, que recebe muitas crianças, que estudam, fazem esportes e brincam, passaram a conviver com o desenho nesse muro lateral, que em alguns momentos se funde com os volumes e o jogo de sombras das árvores próximas. Rapidamente a parede se transforma em cenário de brincadeiras, e talvez essas imagens, "de brincadeiras no campo" fiquem na lembrança, esperando um momento de serem recuperadas na identidade da cidade.